área de login    
 
Salvar
senha
  Esqueceu a senha?
 
 
Busca
 
  especiais
  canais
  revistas
  arquivo
  Área exclusiva para associados  

Cuidado com custo de cobrança sem boleto

PROTESTE alerta que antes de se cadastrar para o Débito Direto Autorizado consumidor deve se informar bem para evitar prejuízos.

A PROTESTE Associação de Consumidores alerta ao clientes de bancos para procurarem se informar bem sobre os custos antes de se inscrever no Débito Direto Autorizado (DDA) que permitirá visualizarem e pagarem seus boletos sem a necessidade de uma cópia impressa. O sistema entra em operação em 19 de outubro, mas os bancos abriram cadastramento desde julho. Dependendo do custo aderir ao sistema pode não valer a pena.

Para utilizar o novo sistema de cobrança, o cliente primeiro deve fazer o cadastramento no banco com que opera. Além disso, o responsável pela cobrança do boleto -como escolas, lojas e condomínios- tem de se inscrever no sistema. Após essa etapa, o banco define a maneira como o cliente irá acessar seus boletos eletrônicos para quitar os débitos. Cada banco definirá os canais que vai oferecer para o cliente ter acesso ao DDA, como internet, celular, caixa eletrônico.

O sistema será facultativo. Ou seja, quem quiser pode continuar recebendo os boletos via correio. Até porque muita gente que utiliza os serviços bancários não tem acesso ou não costuma operar computadores e deve optar por continuar recebendo os boletos em papel para pagar. Será apenas mais uma alternativa para pagar.

No início de implantação do sistema, os boletos de tributos e serviços de concessionárias, como água, luz e telefone, não poderão ser acessados.

Para os bancos, as mudanças podem representar uma relevante economia, com a diminuição de custos com impressão e envio de cobranças. A cada ano, os bancos processam cerca de 2 bilhões de boletos de cobrança, segundo a Febraban, que espera redução de 50% nessa cifra em três anos.

Vantagens

  • Rapidez em receber o boleto antes do vencimento
  • Segurança no pagamento. Como o boleto é gerado automaticamente, o cliente não precisa digitar o código de barras na internet
  • Baixa possibilidade de fraudes e cobranças indevidas
  • Redução da emissão de papel e impactos ambientais. Segundo a Febraban, a economia com o DDA será de 1 bilhão de litros de água, 46 milhões de quilowatts por hora e trará a redução de milhões de quilogramas de dióxido de carbono (CO2)
  • Diferentemente do débito automático, o consumidor visualiza a cobrança e decide se e quando vai pagá-la
  • O pagamento virtual vai evitar a derrubada de 374 mil árvores por ano. É o que se gasta para produzir 2 bilhões de boletos de papel que circulam no Brasil nesse período.

Desvantagens

  • O serviço poderá ser cobrado ou fazer parte de pacotes de serviços tarifados
  • O consumidor deve ficar atento às datas de vencimento de seus boletos. Não está claro como ele será avisado da proximidade do vencimento
  • Imprimir o comprovante em casa pode significar um custo a mais
  • Para clientes que acessam suas contas via internet até pode compenar mas para quem se dirige a um caixa eletrônico, o DDA não apresenta uma diferença muito significativa em relação ao sistema atual

14.10.2009

 

  Classifique esse conteúdo
  
 
 
 
  VANTAGENS  
Vantagens PRO TESTE - Clique para saber mais
Associe-se
  Dica do mês  
Compras com pontos de programa de fidelidade: o que devo saber? - Clique para saber mais
   
  newsletter  
Receba grátis no e-mail
notícias, comunicados, etc.